fevereiro 19, 2021  Allie No comments destaque, Notícias, projetos, RMcABR

Fonte: EW

Os fãs de “Are You There God? It’s Me”,Margaret” de Judy Blume, estão dando um grito coletivo de alegria. A versão cinematográfica de um dos livros mais amados de todos os tempos estará finalmente disponível – e leitores, vai ser boa.

A EW anunciou com exclusividade que Abby Ryder Fortson assumirá o papel homônimo de Margaret Simon – uma aluna da sexta série passando pela puberdade enquanto olha para o universo em busca de respostas para as muitas perguntas que a adolescência apresenta – em Are You There God? It’s Me, Margaret.

Fortson terá a companhia de Rachel McAdams como a mãe de Margaret, Barbara, que tem a tarefa de guiar sua filha precoce por seus muitos (muitos) dilemas. Anúncios sobre o resto da família Simon são iminentes. “Meus leitores estão sempre criando fantasias para meus livros, mas nunca fiz isso”, diz Blume. “Mas você sabe quando vê, e Abby é natural. E estou tão animada que Margaret conseguiu uma mãe engraçada, sexy e atrevida em Rachel.”

O filme da Lionsgate entrará em produção em abril – se tudo correr conforme o planejado, Blume poderá participar de pelo menos parte do processo – e os cineastas estão empenhados em criar um produto final que seja voltado para todos (leia: não apenas para garotas adolescentes).

outubro 18, 2020  becky No comments destaque, Matérias, Notícias

O encontro aconteceu via zoom/skype com Rachel McAdams, Tina Fey, Lindsay Lohan, Amanda Seyfried, Lacey Chambert e outros atores do elenco, confira!

Além disso as atrizes recriaram a famosa cena do telefone, assista!

outubro 27, 2018  Allie No comments destaque, disobedience, Notícias

O site TribecaFilm fez uma lista com as 11 melhores performances femininas do começo de  2018 e a Rachel está no 5º lugar! Confira abaixo:

Estas performances de tela podem ter estreado durante o primeiro semestre de 2018, mas suas realizações merecem ser discutidas e lembradas durante todo o ano.

5-Rachel McAdams, Disobedience

Eu não tentei esse experimento e não o recomendaria necessariamente, mas eu suspeito que, se eu assistisse à “Desobediência” de Sebastián Lelio no mudo, eu ainda seria capaz de discernir cada sombra e sentimento na performance reveladora de Rachel McAdams como Esti. , uma esposa ultra-ortodoxa e professora de inglês que gradualmente começa a questionar sua fé no reaparecimento de Ronit (Rachel Weisz), um amor distante e auto-exilado de sua juventude há muito tempo. Depois de anos navegando desconfortavelmente no jogo da ingênua Hollywood em tudo, desde romances melosos até uma comédia de Woody Allen, McAdams finalmente assumiu o papel de atriz. A desobediência representa um pico de carreira para essa intérprete despretensiosa e versátil, que nunca pareceu mais confiante e à vontade em sua própria pele do que faz, o que certamente é um dos papéis mais estrangeiros em sua filmografia. McAdams, uma hábil moduladora resistente à pintura de seus personagens em traços largos, interioriza a jornada carregada traçada por Esti e, em seguida, estabelece telegrafar cada mudança na psicologia do personagem através de sua fachada de boneca. Há uma exatidão afinada em seu método que só aumenta em urgência e emoção quando Esti se transforma de uma crente devota fingindo-se em contentamento beatífico a uma cética vacilante, cujos atos de rebelião sexual e espiritual possuem uma gravidade possibilitada, em primeiro lugar, pelo o compromisso sincero de seu intérprete. McAdams incorpora vividamente o que já é predominante em Esti na página; isto é, a dolorosa desilusão de uma mulher que vive contra seu grão dentro dos limites de um mundo imune à mudança. Mas a atriz, que lança uma luz incisiva mesmo no mais sombrio dos cenários, também sugere uma dupla qualidade de igual profundidade: a esperança de que exista uma existência fora dos muros da religião de Esti que lhe permitirá amar e evoluir sem culpa ou repressão

março 20, 2018  Allie No comments destaque, Notícias, RMcABR

O ator Jonathan Bennett, que contracenou com a Rachel em “Meninas Malvadas”, falou sobre ela durante o programa “The Morning Show”. Confira:

“Rachel é como um lindo e misterioso unicórnio, ela aparece faz um filme e desaparece. E ninguém ouve falar dela de novo. Eu a amo, ela é fantástica. Ela tem os lábios mais suaves que eu já beijei na minha vida. Ela é perfeita.”



Estatísticas do blog
  • 70.808 cliques
Sponsor


O Rachel McAdams Brasil não tem qualquer ligação direta com a Rachel, familiares ou agentes. Todo o material postado aqui é de propriedade de seus respectivos donos/autores. Se você possui/é dono de algum material que foi postado aqui e deseja que seja removido, entre em contato antes de tomar qualquer ação legal. Agradecemos!