Início da vida

Rachel Anne McAdams nasceu em London, Ontário, mas cresceu em St. Thomas, sua mãe Sandra é uma enfermeira, e seu pai Lance e um caminhoneiro aposentado, a atriz tem dois irmãos mais novos: Kayleen e Daniel.

Foi educada em Myrtle Street Public School, mais tarde na Central Elgin Collegiate Institute. Não gostava de trabalho acadêmico, mas desempenhou um papel ativo na vida de estudante. Além de praticar esportes, ela serviu no conselho de estudantes,participou da fundação Crime Stoppers International e foi membro da Peer mentoring. Rachel, trabalhou em uma lanchonete da McDonald’s por três anos.

Ela começou na Patinação artística no gelo aos quatro anos mas recusou uma oportunidade de mudar para Toronto aos nove anos de idade para os Jogos Olímpicos de formação de pares. A Patinação artística no gelo virou somente “um hobby. Ficando na área do esporte até os dezoito anos,e ganhando prêmios regionais. Deu-se quando entrou na universidade. Enquanto estava na universidade, ela trabalhou com a Companhia de Teatro com sede em Toronto.

Carreira

Reconhecimento internacional (2001-2005)

Rachel começou a carreira atuando em alguns seriados e telefilmes até ter seu primeiro destaque no filme My Name is Tanino de 2002. Ela ganhou uma indicação ao prêmio Genie Awards pelo filme Perfect Pie também de 2002.

Seu primeiro filme de Hollywood foi The Hot Chick, no qual ela interpretou uma estudante do ensino médio que troca de corpo com um criminoso. Mais tarde ela descreveu o filme como um “grande marco” em sua carreira. O filme arrecadou US$ 54 milhões em todo o mundo. Ela então voltou para o Canadá para desempenhar um papel recorrente na série de drama Slings and Arrows.

Seu papel revelação veio no filme Mean Girls de 2004, escrito por Tina Fey, em que encarnou a terrível vilã “Regina George” . Mean Girls liderou as bilheterias dos EUA e McAdams recebeu críticas favoráveis. Hoje é elogiada pelo seu talento “cômico”. O filme arrecadou US$ 129 milhões em todo o mundo, e com ele Rachel ganhou dois prêmios no MTV Movie Awards.

Seu segundo papel de 2004 foi em The Notebook, uma adaptação cinematográfica do românce de Nicholas Sparks. Ela e Ryan Gosling viveram um casal jovem nos anos 40 separados pelas circunstâncias. As filmagens ocorreram no final de 2004 e foi até o início de 2005. O filme arrecadou mais de US$ 115 milhões em todo o mundo. Apesar de um enredo “treacly”, os críticos foram conquistados por Gosling e McAdams, como o The New York Times observou – “Suas apresentações são tão espontâneos e combustíveis que você identifica rapidamente como a namorados imprudente que encarnam uma inocência que tem tudo”. McAdams ganhou um MTV Movie Award e quatro Teen Choice Awards.

Ela estrelou três filmes em 2005. Em Wedding Crashers, uma comédia de grande sucesso, interpretou Claire Cleary, a filha de um político influente. O crítico do The New York Times, Manohla Dargis, falou “faz mais de sua personagem subdesenvolvidos “e” cresce mais atraente a cada novo papel”. De um orçamento de produção de US$ 40 milhões, o filme arrecadou mais de US$ 285 milhões em todo o mundo.

Ela apareceu ao lado de Cillian Murphy em Red Eye, um filme de Wes Craven que conta a história de uma jovem refém a bordo de um vôo noturno. A Variety falou: encontrou seu “cada vez mais impressionante”, enquanto Roger Ebert afirmou que “ela traz mais e credibilidade ao seu papel do que é realmente o esperado; ela age sem trair a menor consciência de que ela está dentro de um gênero, seu desempenho qualifica ela para papéis maiores”. De um orçamento de US$ 26 milhões, o filme arrecadou mais de US$ 95 milhões em todo o mundo.

Seu último filme de 2005 foi o drama familiar The Family Stone, um filme com Diane Keaton, Sarah Jessica Parker, Luke Wilson e Claire Danes. O The New York Times considerou que “a presença de McAdams prende a sua atenção e simpatia apesar da deficiência apresentada pela personalidade de sua personagem”.O filme arrecadou mais de US$ 92 milhões em todo o mundo.

Pausa na carreira e discreto retorno (2006-2008)

Neste ponto da sua carreira, ela foi apelidada a nova “Menina de Hollywood” e “a próxima Julia Roberts”. Em dezembro de 2005, ela foi convidada para aparecer em uma cobertura da próxima Vanity Fair junto com Scarlett Johansson e Keira Knightley, que seria lançado em 2006. Após a chegada no set de fotos, ela descobriu que era uma sessão de fotos nu e saiu. Mais tarde ela rompeu com seu agente que não a informou com antecedência.

Durante um período, a atriz recusou papéis em The Devil Wears Prada, Casino Royale, Mission: Impossible III e Get Smart. Em fevereiro de 2006, ela fez uma aparição no espetáculo teatral Os Monólogos da Vagina em St. Lawrence Centre for the Arts, para arrecadar fundos para V-Day. Ela recebeu uma indicação ao British Academy of Film and Television Arts em 2006 e recebeu o Academy Awards for Technical Achievement.

Voltando a trabalhar em 2008, com dois lançamentos. Married Life de 2007, um filme com Pierce Brosnan, Chris Cooper e Patricia Clarkson, um fracasso de bilheteria,que arrecadou pouco mais de US$ 2 milhões em todo o mundo, e seu orçamento de produção era de US$ 12 milhões, mas os críticos recebeu o retorno de McAdams “para a telona”. Entertainment Weekly encontrou-a “uma visão particularmente boa depois de seu intervalo de dois anos”.

Em 2008, esteve no filme, The Lucky Ones, que conta a história de três soldados que estavam na Guerra do Iraque, com viagem para voltar aos EUA, um outro fracasso de bilheteria. O desempenho de McAdams no entanto, foi elogiado. The New York Times disse, “ela descobriu ser luminosa como sempre”, enquanto Roger Ebert elogiou o desempenho como “sua maioridade como uma atriz”.

Retorno a proeminência (2009-2011)

Em 2009, ela estrelou três filmes o primeiro foi State of Play com Ben Affleck, Helen Mirren, Jason Bateman e Russell Crowe. O filme arrecadou mais de US$ 87 milhões em todo o mundo.

O segundo foi The Time Traveler’s Wife uma adaptação do românce de Audrey Niffenegger. Foi um sucesso financeiro, mas a resposta da crítica foi silenciado. O filme foi um sucesso comercial, ganhando mais de US$ 101 milhões em todo o mundo.

Sherlock Holmes era o seu último filme do ano de 2009 e se apresenta como sua maior bilheteria até hoje. Interpretou Irene Adler. Enquanto o filme ganhou geralmente opiniões favoráveis, os críticos ficaram impressionados com sua performance. Variety sentiu sua personagem “não era muito bem integrada no resto da história, uma lacuna de McAdams normalmente de recursos não é capaz de fazer muita coisa”. O filme foi um grande sucesso comercial, ganhando mais de US$ 524 milhões na bilheteria mundial.

 

Em 2010, esteve em Morning Glory, uma comédia sobre a tentativa de uma produtora de televisão, para melhorar a classificação de um programa, foi anunciado como um veículo starring para a atriz, mas foi apenas um sucesso comercial. McAdams foi amplamente elogiada. Kenneth Turan do The Los Angeles Times disse que “dá o tipo de desempenho que vão ao cinema”, e Roger Ebert sentiu que “como levar uma adorável como ninguém desde Amy Adams em Junebug em uma outra rotina”. O New York Post ficou impressionado com “seu dom para a comédia física”. O filme foi um sucesso modesto, arrecadando US$ 58 milhões em todo o mundo, de um orçamento de produção de US$ 40 milhões.

Em 2011, esteve em Midnight in Paris de Woody Allen que estreou no Festival de Cannes de 2011. Allen escreveu o filme de Inez para ela, por recomendação de sua ex-colega de elenco Diane Keaton. Tornou-se figura do topo de Allen, uma das maiores arrecadação da história na América do Norte. Houve reações mistas sobre o caráter de McAdams. O The Guardian lamentou que ela “se transformou da coisa doce em Wedding Crashers a cadela de sonho esmagado que de acordo com comédias americanas, as mulheres tornam-se uma vez que seduzir o seu homem”. No entanto The Los Angeles Times achou que ela “habilmente lida com uma parte que é menos amável do que o normal para ela”. Com um orçamento de produção de US$ 17 milhões, o filme arrecadou mais de US$ 148 milhões em todo o mundo. McAdams, juntamente com outros membros do elenco, foram indicados ao Screen Actors Guild na categoria de melhor elenco no cinema. Allen ganhou o Oscar de melhor roteiro original e foi indicado na categoria de melhor filme.

Ainda em 2011, fez uma participação especial no filme o Jogo das Sombras, que teve seu lançamento no dia 16 de dezembro de 2011. O filme já arrecadou mais de US$ 534 milhões em todo o mundo.

The Vow e projetos futuros (2012-presente)

Em 2012, McAdams estrelou o drama romântico The Vow ao lado de Channing Tatum. Baseado em uma história real, concentra-se na luta de um casal recém-casado, quem vem na sequência de um acidente de carro que deixa a esposa com severa perda de memória. The New York Times afirmou que ela traz “o suficiente encanto físico e calor emocional para desviar a atenção da configuração e a trama”. O filme, financiado por US$ 30 milhões, foi um grande sucesso comercial. Ele liderou as bilheterias dos Estados Unidos e já arrecadou mais de US$ 186 milhões em todo o mundo.

No final de 2010, McAdams começou a trabalhar no filme To the Wonder, um drama romântico escrito e dirigido por Terrence Malick. Sua personagem tem um caso com o personagem do ator Ben Affleck em um drama romântico que também tem no elenco Javier Bardem e Rachel Weisz. O filme foi lançado em 2012, e em seu lançamento nos EUA, arrecadou US$ 154.880 dólares.

McAdams está no filme de Brian De Palma chamado Passion. As filmagens começaram no dia 5 de março de 2012 em Berlim. O filme que é um remake do filme francês de 2010 Crime D’Amour, será definido em Londres. O filme foi lançado em 2013.

McAdams participa do filme About Time, uma comédia romântica escrita e dirigida por Richard Curtis.[108] A história começa com um jovem, interpretado por Domhnall Gleeson, que viaja de volta no tempo e conhece “a menina dos seus sonhos”, interpretada por McAdams. As filmagens tiveram lugar em Londres e Inglaterra, de junho a agosto de 2012, O filme foi lançado em 2013. Em setembro de 2012, McAdams começou a filmar uma adaptação de John le Carré chamada A Most Wanted Man, dirigido por Anton Corbijn e co-estrelado por Philip Seymour Hoffman e Willem Dafoe. Em junho de 2013, McAdams foi escalada para a versão animada de The Little Prince; outros atores envolvidos incluem Marion Cotillard, Jeff Bridges e James Franco. Em agosto de 2013, ela ganhou um papel no filme Every Thing Will Be Fine, no qual ela trabalhará novamente com James Franco. Ela interpreta a namorada do personagem de Franco, ajudando-o a lidar com sua culpa depois que ele acidentalmente mata uma criança em um acidente de carro.[114] Em setembro de 2013, McAdams começou a filmar o filme Untitled Cameron Crowe Project (Sob o mesmo Céu), que tem também no elenco Bradley Cooper e Emma Stone.

Vida pessoal

Ela vive em Toronto, Ontário, Canadá com seu irmão mais novo, Daniel. No entanto ela tem um Green Card nos EUA. Ela pratica kundalini yoga diariamente.

Ela se preocupa com várias causas ambientais e sociais. Ela tem um website chamado GreenIsSexy.org.[119] [120] Ela ajudou como parte de esforço da limpeza da cidade de Biloxi, Mississippi, após a cidade se devastada pelo Furacão Katrina. Em 2006, ela participou do “Grande Boicote Americano” em Los Angeles, protestando contra o Governo Federal dos Estados Unidos. Em 2011, McAdams participou da demonstração de estoque de alimentos em Ontário. Ela tem trabalhado com instituições de caridade, incluindo a Sunshine Foundation of Canadá, a Associação de Alzheimer, a Campanha READ, e a United Way of Canadá.

Ela namorou o ator Ryan Gosling, seu par romântico no filme The Notebook, por três anos, eles ficaram noivos, mas terminaram o relacionamento no início de 2008.

 


Últimas fotos adicionadas na Galeria