14 jan 2017 às 10:00 UTC
Disobedience – Resenha dos primeiros capítulos

O filme Disobedience que a Rachel irá estrear ao lado da atriz Rachel Weisz (que também está na produção do filme)  tem como base o livro Disobedience de Naomi Aldeman, porém o livro ainda não está disponível em português. Uma de nossas fãs da página, a Amanda,  nos enviou uma resenha com alguns trechos do livro, segue abaixo o texto enviado por ela:

Eu consegui achar alguns trechos do livro na internet. Foi uma leitura rápida, não li completamente, mas destaquei algumas coisas.

Basicamente, os 3 primeiros capítulos do livro apresentam as personagens, Ronit (Weisz) e Esti (McAdams), com presença marcante da cultura e costumes judaicos.

Ronit mora em Nova Iorque e Esti vive em Hendon (North London), onde estão gravando o filme.

Esti é a mais nova de três filhas e é casada com Dovid Kuperman.

Ronit é filha de Rav Krushka, e prima de Dovid.

Ronit recebeu através de um telefonema, feito por Dovid em um sábado à noite, a notícia de que seu pai havia falecido e depois decide ir pra Inglaterra. Segundo um dos personagens, o tempo de luto dos judeus costuma ser de 1 mês, o que sugeriu, no momento em que eu li, que ela ficará lá em Hendon, pelo menos, durante esse período.

TRECHOS DO LIVRO

“Se isso é assim, então Ronit voltará para casa. Ronit está voltando para casa.” – Esti

____________________

“Quando Ronit virá para casa?” – Esti

“Amanhã. Ela virá amanhã. Você não deve vê-la se você não quiser. Eu posso falar com ela sobre as coisas da família, ela pode ficar em um hotel. Isso não tem que ser complicado – pode ser muito simples. Negócios. Ela não precisa saber que você está aqui se você não quiser que ela saiba.” – Dovid

“Ela deveria ficar aqui.” – Esti

“É sua decisão.” – Dovid

“Ela sabe sobre nós?” – Esti

“Ela sabe que eu sou casado.” – Dovid

“Comigo?” – Esti

“Não.” – Dovid

_____________

“O som de cadeiras sendo empurradas para trás da mesa. Foi muito cedo, ela não estava pronta. Ela teve tempo para correr? Não. A porta da sala de estar estava aberta. E lá estava Ronit. Ela era como Esti se lembrava e mais.”

Imagino que o trecho acima esteja descrevendo o momento em que elas se reencontram pela primeira vez depois de tanto tempo.

 

Nenhum comentário em “Disobedience – Resenha dos primeiros capítulos”


Comentar






Autor: becky
Arquivado em:
destaque, Matérias, RMcABR

Últimas fotos adicionadas na Galeria