07 maio 2016 às 01:58 UTC
Rachel McAdams se esforça para diminuir poluição sonora no oceano

Via: Revista People

Rachel McAdams é uma luz iluminando os desastrosos efeitos que a poluição sonora tem em baixo d’Água, comenta sobre o fato em seu novo documentário, Sonic Sea.

McAdams, que narra o filme da Discovery Channel, explica como ela se envolveu no projeto em uma quarta-feira (04 de maio) especial. Depois de receber uma parte do roteiro do filme do próprio escritor, Rachel contou a People: “Aquilo me chocou e me deixou muito emocional. Fiquei surpresa com o pouco que sabia em relação ao que está acontecendo em nossos oceanos. Você não pode ouvir, mas é uma loucura lá embaixo.”
Compelida pelas imagens, a atriz decidiu emprestas sua voz para o projeto, que foi criado com uma parceria com Natural Resources Defense Council (NRDC), Imaginary Forces, e International Fund for Animal Welfare. No filme, McAdams explica o devastador efeito que barcos comerciais e outros criados pelos homens têm nas ondas sonoras oceânicas. “A ideia de que um filhote de baleia não pode encontrar sua mãe porque eles se comunicam através de sons é muito triste.”

Crescendo, Rachel viveu na redondeza de muitos Lagos e se lembra da poluição que existia no Porto de sua cidade. “Eu lembro de poder somente sentar no banco, porque nós nunca podíamos entrar na água,” ela disse. “Sempre tinha uma bandeira vermelha estiada.” Ela se apaixonou pelo oceano quando viajou para a Austrália e visitou o Great Barrier Reef aos 21 anos. “Eu descobri esse mundo aquático que eu estava perdendo há muito tempo.” disse McAdams admitindo “agora você não consegue me tirar da água.” Colocando de lado os mergulhos e passeios marítimos, Rachel não conseguia esquecer as praias que visitou lá, como a White Haven Beach “que tinha a areia mais branca que já vi na minha vida.”
Manter a água limpa e proteger a vida marítima rapidamente virou uma de suas prioridades, “eu quero que meus filhos possam nadar em um pequeno lago e não precisar se preocupar com o que tem lá.” Disse Rachel.  Ela quer passar o seu amor pelo oceano para os seus filhos, mas “nós precisamos ter essas espécies por volta de nós para sempre ou por quanto tempo for possível. Essa poluição sonora está empurrando muita delas do precipício.”
McAdams espera que esse filme encoraja outras pessoas assim como a encorajou apresentando “soluções e situações com ganho para ambos os lados.” Construir barcos mais quietos usaria menos combustível, o que cortaria a linha de cima e ajudaria a atmosfera com a menor emissão de combustíveis e gases. Até a marinha começou a localizar vida marinha para que possa medir a emissão sonora do local. Rachel acredita que podemos resolver isso se “todo mundo for menos ignorante.”
Será que poderíamos encontrá-la navegando por aí? “Eu não me lembro como!” disse Rachel que tem um certificado de navegação por causa de Penetras Bom De Bico. “Isso foi há dez anos atrás e eu aproveitei bastante, mas agora é um pouco intimidador.” Ela adicionou, “é assustador, de uma certa maneira, que posso pegar um barco e navegar por aí, então fiquem de olho!”
A première de Sonic Sea será no Discovery Channel em uma quinta-feira, 19 de maio (Ainda sem previsão de lançamento, aqui no Brasil)

Nenhum comentário em “Rachel McAdams se esforça para diminuir poluição sonora no oceano”


Comentar






Autor: becky
Arquivado em:
destaque, Notícias

Últimas fotos adicionadas na Galeria